10 tendências para o mercado varejista no país em 2022

09 maio, 2022

A transformação digital vem ganhando espaço em todos os setores, em especial no varejo. O consumidor quer comprar de forma fácil, rápida e personalizada – e a tecnologia é uma grande aliada das empresas

O mercado varejista está em constante mudança. Seja pelas novas tecnologias e estratégias de marketing, pelas demandas dos clientes ou até pela situação econômica e social do país.

Com a pandemia mundial da covid-19, que começou em 2020, o mercado varejista teve que se reinventar. O comércio fechou sem saber quando voltaria, o poder econômico do consumidor mudou, as vendas se intensificaram no âmbito da internet. 

Agora, quase na metade de 2022, com o comércio aberto novamente e a economia do país tentando voltar aos eixos, quais as tendências para o mercado varejista no Brasil?

O novo mercado varejista

De acordo com a 3ª edição da pesquisa “Transformação Digital no Varejo Brasileiro”, da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), divulgada em março de 2021, o investimento em iniciativas de transformação digital cresceu 87% entre os varejistas do país, no último ano analisado.

Além disso, segundo a pesquisa, 74% aumentaram seu faturamento com vendas. A SBVC analisou as 300 maiores empresas de varejo do país, que se destacaram pelo uso de ferramentas de transformação digital, entre elas as soluções em meios de pagamento (94%) e análises de dados no ambiente online (77%).

Se antes de 2020 a tecnologia já era importante para o varejo, com as demandas que a pandemia trouxe, ela se tornou parte fundamental de todo processo. Da concepção da ideia às vendas, a tecnologia acompanha o passo a passo do varejo.

Então, quais as tendências do mercado varejista para 2022?

1- Digitalização do varejo

Entre abril e setembro de 2020, mais de 11 milhões de brasileiros fizeram sua primeira compra online. No mesmo período, surgiram cerca de 150 mil novas lojas virtuais no país. Os dados são da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

Já a 42ª edição do “Webshoppers”, pesquisa da Ebit|Nielsen, evidenciou que o e-commerce cresceu 47% só no primeiro semestre de 2020.

2- Agilidade na entrega

A 42ª edição do “Webshoppers” também apurou que 72% dos brasileiros começaram a usar ou estão usando aplicativos de delivery. A principal razão, segundo o estudo, é a praticidade de poder comprar e receber o produto em casa.

Assim, até as lojas físicas tiveram que se modernizar e começar a oferecer outras formas tanto de compra, quanto de entrega das mercadorias.

3- Customer Experience

Mas, afinal, o que é isso? Customer Experience é um termo que diz respeito à experiência de compra do cliente em todas as suas etapas – da escolha do produto à sua utilização.

Então, aqui, o foco é o consumidor. Quando falamos de Customer Experience, estamos pensando na navegação intuitiva do site de vendas; nos produtos de qualidade que são oferecidos; na facilidade de realizar a compra; no leque de opções para o pagamento; na agilidade da entrega; na boa resolução de eventuais atrasos, erros e trocas e muito mais.

4- Omnichannel

Outro termo difícil? Vamos lá! Omnichannel é, de forma resumida, a comunicação em múltiplos canais, combinando características particulares de cada um e visando a construção de uma única experiência para o consumidor.

Então, a ideia é criar uma relação entre o ambiente interno e o externo, integrando espaços físicos e virtuais para aprimorar a experiência do cliente.

5- Análise de dados

A captação, a análise e a gestão de dados são grandes diferenciais em qualquer setor. Conhecer seus clientes e conseguir personalizar experiências é fundamental para a fidelização do consumidor.

Explorar informações de forma inteligente ajuda em todas as etapas do comércio varejista. 

6- Novos meios de pagamento

Junto com a facilidade de comprar e receber o produto, o cliente também quer poder escolher a melhor forma de pagar pela mercadoria. Oferecer um leque de possibilidades fáceis e já inseridas nos canais de vendas é um diferencial para o consumidor.

Nesse sentido, o Pix, novo sistema de pagamento eletrônico instantâneo, se destacou muito no mercado varejista. De acordo com a pesquisa C6 Bank/Ipec, realizada em 2021, 67% dos entrevistados querem usar o Pix no varejo.

7- Segurança digital

A digitalização de processos vem sendo cada vez mais estimulada e, junto a ela, as tentativas de fraudes em meios de pagamento e transações online também crescem.

Com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), em vigor desde 2020, essa pauta ganhou força e respaldo jurídico. E é nesse contexto que as empresas varejistas estão investindo em privacidade de dados e segurança digital.

8- ESG

A visibilidade das marcas está ligada, também, a pautas relevantes. E é nesse cenário que as práticas ESG (sigla em inglês para “environmental, social and governance”, traduzidas, no português, para “ambiental, social e governança”) vem ganhando espaço.

Analisar toda a cadeia de valor de um produto, levando em conta as práticas ESG, tem se mostrado uma estratégia muito vantajosa para atrair clientes e impulsionar empresas.

9- Inteligência Artificial

Pesquisa Global de Varejo, realizada pela Retail Systems Research em 2020, revelou que 73% dos varejistas acreditam que a Inteligência Artificial e o Machine Learning podem agregar um valor significativo aos seus processos de previsão de demanda.

Além disso, mais da metade afirma que pode melhorar outras oito capacidades críticas da cadeia de suprimentos

10- Flexibilidade nos horários

Com a valorização do e-commerce, o consumidor deseja poder comprar a qualquer horário. A cultura dos serviços disponíveis 24h por dia está ganhando muito espaço.

E não é só no ambiente virtual que a demanda cresceu, com chatbots e canais de atendimento rápido, as lojas físicas também ganham visibilidade com um funcionamento além do horário comercial.

Tecnologia e varejo são temas da Essence

Agora que você já sabe quais as tendências para o mercado varejista no país em 2022, que tal conhecer todos os serviços que a Essence oferece?

A Essence é Strategic Partner SAP, ou seja, oferecemos soluções SAP com muito domínio e expertise. Além disso, a Essence é a maior implementadora do SAP S/4HANA na América Latina e uma das cinco maiores no mundo.

A Essence é especializada no atendimento aos clientes durante todo o processo de compra, implementação, manutenção, suporte e até migração das soluções.

Oferecemos soluções que combinam tecnologia da informação e sistemas de gestão, entre outras inovações, para os mais diversos setores da economia. 

Tecnologia e varejo são temas que a Essence domina. Quer saber mais sobre os nossos serviços e soluções SAP?

Basta entrar em contato com um de nossos consultores e dar o primeiro passo rumo ao futuro. Acelere a transformação digital do seu negócio com a Essence.

Essence é líder em transformação digital no Brasil e no mundo.

Não perca o futuro de vista

Assine a nossa newsletter:

SAP-Gold-Partner
Política de Cookies
© Essence