Sustentabilidade e varejo: uma parceria de sucesso

01 junho, 2022

Cerca de 80% dos consumidores mundiais se preocupam com sustentabilidade na escolha de marcas. Práticas mais sustentáveis rendem alcance, lucro e fidelização de clientes para as empresas

Atualmente, sustentabilidade é um assunto bem presente na sociedade. Falamos sobre o tema nas escolas, nas empresas, em casa, na televisão e até numa mesa de bar, com amigos.

Mas você realmente sabe o que é sustentabilidade? E entende que ela pode ser uma parceira de sucesso das empresas?

Neste texto, vamos tentar traçar ligações diretas e indiretas entre sustentabilidade e varejo, numa teia que associa práticas ESG, mudanças de consumo com a pandemia da covid-19, sustentabilidade empresarial e muito mais.

O que é sustentabilidade?

Organização das Nações Unidas (ONU) definiu o termo, em 1987, da seguinte forma: “sustentabilidade é suprir as necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem as suas próprias necessidades”.

Ou seja, ser sustentável é buscar preservar da melhor maneira possível o meio ambiente e, consequentemente, um mundo melhor para as pessoas que ainda irão habitá-lo.

A definição de sustentabilidade demorou quatro anos para ser formulada e foi publicada no relatório Our Common Future, da Comissão Mundial sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento, criada em 1983, pela própria ONU. 

O grupo que desenvolveu o relatório ficou conhecido como “Comissão Brundtland”, pois foi presidido pela primeira-ministra da Noruega na época, Gro Harlem Brundtland. O projeto surgiu para conciliar ecologia com prosperidade.

Esse objetivo nasceu a partir do diagnóstico de que o desenvolvimento econômico renunciava o meio ambiente e a equidade social, o que apresentava um risco ao planeta, às gerações futuras e, consequentemente, à prosperidade duradoura.

Falar de desenvolvimento sustentável, segundo o Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), é falar sobre os limites existentes para os recursos naturais do nosso planeta.

Mas não é porque o foco central do tema ‘sustentabilidade’ seja o meio ambiente, que essa discussão não é essencial dentro das empresas. Afinal, todos dependemos da natureza e do planeta Terra. E, para além disso, o conceito de sustentabilidade é composto por três pilares: econômico, ambiental e social.

Sustentabilidade nas empresas: faz sentido?

Já que a sustentabilidade está ligada às questões econômicas, ambientais e sociais, é totalmente previsível que este seja um tema explorado em vários contextos, dentro da sociedade, certo?

Se nós, seres humanos, dependemos dos recursos naturais e do planeta em equilíbrio, as empresas também precisam desses fatores para continuarem em funcionamento daqui 10, 50, 100 anos. 

Algumas ações sustentáveis, como o controle de emissão de gases poluentes e o tratamento dos resíduos gerados, já são obrigações de toda empresa, por lei. Mas outras iniciativas de desenvolvimento sustentável são priorizadas pelas próprias empresas, que, por isso, ficam conhecidas como sustentáveis.

Existe até um termo específico para o que estamos discutindo: sustentabilidade empresarial. Mas, afinal, o que é isso? Sustentabilidade empresarial é um conjunto de boas práticas de uma organização, que tem o compromisso de tornar toda a produção mais otimizada e sustentável.

Através de políticas e ações mais éticas com o meio ambiente e com a sociedade como um todo, a empresa se solidifica como uma aliada da sustentabilidade. Hoje em dia, uma gestão sustentável apresenta muitos benefícios não só para o meio ambiente, mas para a própria organização.

Os consumidores, que estão mais conscientes, priorizam empresas preocupadas com a sustentabilidade; o próprio mercado tem visto com bons olhos esse tipo de empresa; além de muitas estratégias financeiras se alinharem à gestão sustentável.

Então, resumindo: sustentabilidade nas empresas faz todo o sentido. Seja em sua preocupação com o meio ambiente, ou nas finanças da organização, ou até na fidelização de clientes mais conscientes e exigentes com produtos e serviços.

O varejo pode ser sustentável?

Que é possível, e até recomendado, inserir práticas sustentáveis dentro das empresas, a gente já entendeu no tópico anterior. Mas também dá para aliar sustentabilidade e varejo

No setor varejista, a sustentabilidade tem um apelo comercial muito grande. Isso fica evidente com o estudo divulgado este ano, pelo IBM Institute for Business Value (IBM), em parceria com a National Retail Federation (NRF), que trata dos consumidores e seus hábitos.

A pesquisa traduziu, em números, a importância da sustentabilidade para os consumidores ao redor do mundo:

  • para 90%, a pandemia da covid-19 afetou suas percepções de sustentabilidade;
  • para 80%, sustentabilidade e saúde são mais importantes na escolha de marcas;
  • para 50%, vale a pena pagar mais por marcas sustentáveis.

Só com esses dados, já é possível responder a pergunta acima: sim, com certeza é possível aliar varejo e sustentabilidade. Existe um mercado consumidor preocupado com práticas mais conscientes e existem muitas estratégias de desenvolvimento sustentável possíveis de serem adotadas pelas empresas varejistas.

ESG: a sustentabilidade empresarial na prática

Uma boa estratégia sustentável para as empresas, sejam elas varejistas ou não, são as práticas ESG. Quer entender melhor?

A sigla vem do inglês “Environmental, Social e Governance”. No Brasil, é conhecida como ASG, de “Ambiental, Social e Governança”.

  • Ambiental: são as práticas de uma empresa que são voltadas para o meio ambiente. Aqui, os temas discutidos são aquecimento global; emissão de gases poluentes; desmatamento; biodiversidade; gestão de resíduos etc.
  • Social: diz respeito à responsabilidade social e ao impacto das empresas em prol da comunidade e sociedade. Já aqui, são debatidos temas como respeito aos direitos humanos e às leis trabalhistas; diversidade de gênero, raça, etnia etc; proteção de dados e privacidade; investimento social entre outros.
  • Governança: está relacionada às políticas, processos, estratégias e orientações de administração das empresas. Os temas abordados são conduta corporativa; composição do conselho e sua independência; práticas anticorrupção; existência de canais de de denúncias sobre casos de discriminação, assédio e corrupção; transparência de dados etc.

Dentro dessa sustentabilidade empresarial, a área de Governança que dita, orienta, fiscaliza e reporta as práticas sustentáveis ou não das áreas Social e Ambiental. Então, além de ser um ponto com seu significado e peso em si, ele também é responsável pelos outros dois tópicos que, juntos, formam o conceito de ESG.

Esse termo foi cunhado pelo Pacto Global, braço da ONU, no relatório Who Cares Wins, produzido em 2004. O objetivo do documento, e consequentemente desse conceito de ESG, é engajar empresas e organizações na adoção de princípios nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e anticorrupção.

Tecnologia, varejo e sustentabilidade: soluções da Essence

O futuro é da tecnologia, sem perder de vista a sustentabilidade, claro! E na Essence, você encontra o melhor dos dois mundos: tecnologia e sustentabilidade aliadas – seja para o setor varejista ou qualquer outro.

Agora que você já sabe mais sobre os caminhos sustentáveis que o varejo pode seguir, que tal conhecer as soluções que a Essence oferece nesse sentido?

A Essence é Strategic Partner SAP, ou seja, oferecemos soluções SAP com muito domínio e expertise. Além disso, a Essence é a maior implementadora do SAP S/4HANA na América Latina e uma das cinco maiores no mundo.

A Essence é especializada no atendimento aos clientes durante todo o processo de compra, implementação, manutenção, suporte e até migração das soluções.

Oferecemos soluções que combinam tecnologia da informação e sistemas de gestão, entre outras inovações, para os mais diversos setores da economia. 

Tecnologia e varejo são temas que a Essence domina. Quer saber mais sobre os nossos serviços e soluções SAP?

Basta entrar em contato com um de nossos consultores e dar o primeiro passo rumo ao futuro. Acelere a transformação digital do seu negócio com a Essence.

Essence é líder em transformação digital no Brasil e no mundo.

Não perca o futuro de vista

Assine a nossa newsletter:

SAP-Gold-Partner
Política de Cookies
© Essence